Barriga inchada e dura – O que pode ser?

0 11.904

A barriga inchada é um sintoma que pode significar muitas coisas completamente distintas, desde o acúmulo de gases e gordura à doenças mais sérias e até gravidez. No entanto, no caso desta última, a barriga inchada só passa a ser um sintoma de gravidez caso esta esteja mesmo confirmada. Pois do contrário, a barriga inchada pode ocorrer por inúmeros outros motivos.

Por isso que barriga inchada é uma queixa muito comum que traz consigo muitas dúvidas quanto ao que pode significar realmente. Assim, neste artigo vamos tentar esclarecer as principais situações que podem levar a barriga inchada e abordar todos os outros termos que designam situações semelhantes.

Como por exemplo, abdômen distendido, barriga dura, excesso de gases, barriga grande, inchaço abdominal, estômago distendido, estômago alto, abdômen volumoso, intumescimento abdominal e gravidez.

Dessa forma, você tira suas dúvidas, acaba com a desconfiança logo de cara e pode partir para a consulta com um especialista se for o caso. Confira abaixo!

Barriga inchada: O que pode ser?

barriga inchada como sintoma de gravidez
A barriga inchada pode ser um sinal ou sintoma de muitas coisas diferentes, até gravidez.

Como já dissemos, barriga inchada pode designar muitas situações diferentes. Isso tanto pode ser um sintoma aparente ou apenas uma sensação. No caso de um sintoma aparente, o melhor termo é distensão abdominal. Isto é, caso a barriga apresente mesmo um inchaço aparente, com o volume aumentado por alguma substância no seu interior, sejam gases, líquidos ou sólidos.

No entanto, há ainda situações em que a queixa pode ser de barriga inchada, mas é apenas uma sensação, sendo que visualmente não há uma real alteração no volume abdominal. Nestes casos, essa sensação de barriga inchada, em geral é excesso de gases.

À seguir vamos abordar todas essas situações, de distensões abdominais à sensações de barriga inchada, começando pelo excesso de gases.

1. Sensação de barriga inchada por excesso de gases

mulher com sensação de barriga inchada por gases
Os gases provocam a sensação de barriga inchada.

Normalmente, a sensação de inchaço abdominal é atribuída ao excesso de gases. Em geral, a produção de gases em excesso ocorre com a ingestão de certos alimentos. Como por exemplo, alguns carboidratos como oligossacarídeos, que são mais difíceis de serem digeridos, e por isso causam esse desconforto.

Outros alimentos contêm açúcares como a frutose e o sorbitol (substituto do açúcar em produtos dietéticos) que podem gerar certa intolerância em algumas pessoas e gerar os excessos de gases.

Assim, para sanar esse desconforto, o corpo tenta eliminar o excesso de gases através dos arrotos ou flatulências. No entanto, o fato de eliminar gases não torna a barriga inchada visivelmente. Esse excesso causa o aumento na produção intestinal de gases causa o desconforto, mas não é suficiente para distender o abdômen. Assim, é comum a pessoa ter sintomas de barriga inchada, mas sem alterar o volume abdominal.

Exemplos de alimentos que podem levar ao aumento dos gases são:

  • Feijão;
  • Ovos;
  • Leite;
  • Batata;
  • Milho;
  • Farelo de trigo;
  • Cereais;
  • Brócolis;
  • Aspargos;
  • Alho;
  • Repolho;
  • Bebidas gasificadas;
  • Couve-flor.

2. Barriga inchada por Síndrome do intestino irritável

barriga inchada por sindrome do intestino irritável
A síndrome do intertino irritável provoca dores e barriga inchada

A síndrome do intestino irritável (SII) é um distúrbio funcional dos intestinos em que não há lesão visível, mas a sua motilidade é alterada levando o paciente a apresentar diversos sintomas gastrointestinais cuja origem ainda não se consegue explicar.

Normalmente, os sintomas mais comuns são episódios de constipação alternados de diarreia, sensação de barriga inchada, intestino preso após as refeições, dor e cólicas abdominais, gases, mal estar, cansaço, náuseas, entre outros.

A síndrome do intestino irritável tanto pode provocar apenas uma sensação de barriga inchada, como também levar a um aumento do volume abdominal, causado pela dilatação do cólon pelo excesso de gases.

3. Barriga inchada devido a prisão de ventre

barriga inchada por prisão de ventre
A prisão de ventre causa barriga inchada

A constipação intestinal, popularmente conhecida por prisão de ventre, possivelmente pode causar o aumento do volume abdominal. Portanto, quanto mais intensa for a constipação, maior será o risco de uma distensão abdominal. Ou seja, um sintoma comum seria experienciar o desconforto da barriga inchada.

A prisão de ventre também pode não ter causa definida. No entanto, costuma ser um aviso de que algo no organismo não vai vem. O funcionamento dos intestinos é importante, e a prisão de ventre pode ocorrer devido a problemas de saúde, como tumores intestinais, divertículos, diabetes, doenças da tireoide, lesões neurológicas, entre outros.

Uma alimentação pobre em fibras e alguns medicamentos também podem levar a um intestino preguiçoso, acarretando na constipação. Como por exemplo, analgésicos opioides, antidepressivos, antipsicóticos, anti-histamínicos, ferro e antiácidos à base de alumínio.

4. Barriga inchada por doença celíaca

A doença celíaca é uma doença de origem imunológica que acarreta uma reação inflamatória no intestino delgado toda vez que ele é exposto a alimentos que contém glúten, uma proteína presente em vários cereais, como trigo, aveia, centeio ou cevada. Um dos sintomas mais comuns da doença é o aumento da produção de gases, cólicas e sensação de barriga inchada.

5. Barriga inchada devido a gordura abdominal

O aumento do volume da barriga pode ser causado pelo acúmulo de gordura na região abdominal. Muitas vezes, a deposição de gordura localizada na região abdominal leva ao aumento de volume nessa região pelo ganho de peso.

5. Barriga inchada por barriga d’água

A ascite também é conhecida por barriga d’água, e consiste no acúmulo de líquido dentro da cavidade abdominal. Neste caso, a barriga inchada é um sinal de alguma doença mais séria, como a cirrose hepática.

No entanto, este não é o único sinal de doença. Portanto, se você apenas apresenta a barriga inchada, e não sofre de doenças do fígado, rins ou coração, é pouco provável que seja ascite.

Casos mais graves costumam apresentar um acúmulo de líquidos bem intenso, acarretando em uma barriga muito inchada, dura e dolorosa, podendo ocorrer até dificuldade para respirar ao deitar.

6. Barriga inchada por intolerância à lactose

A intolerância à lactose ocorre quando o organismo tem dificuldade de digerir a lactose, o açúcar encontrado em produtos à base de leite. Os sintomas da intolerância à lactose incluem diarreia, cólicas e flatulência depois de consumir leite e seus derivados. No entanto, na ausência da diarreia o abdômen pode inchar aumentando de volume.

7. Barriga inchada pelo aumento de órgãos intra-abdominais ou pélvicos

Órgãos dentro da cavidade abdominal ou pélvica, às vezes crescem demais devido a outros problemas e podem provocar aumento do volume abdominal deixando a barriga inchada. Alguns exemplos:

  • Fígado aumentado pela esquistossomose;
  • Miomas volumosos;
  • Rins policísticos;
  • Tumores do ovário ou em órgãos da cavidade abdominal;
  • Obstrução da bexiga por uma próstata de tamanho aumentado (hiperplasia benigna da próstata).

8. Barriga inchada por parasitoses

Parasitoses costumam causar cólicas, gases, diarreia, náuseas, prisão de ventre, vômitos, fraqueza, perda de peso, aumento ou perda de apetite e inchaço da região abdominal. As mais comuns são a giardíase e estrongiloidíase.

9. Barriga inchada por retenção de líquidos

A retenção de líquidos pode causar inchaço e aumentar o volume abdominal, até mesmo em gestantes com gravidez comprovada pelo exame de beta HCG e também ultrassom. Em geral o inchaço diminui pela manhã.

10. Barriga inchada devido ao aumento de progesterona

A barriga inchada pode ocorrer pela presença de progesterona em maiores quantidades no organismo. Normalmente, durante a ovulação há um aumento significativo de progesterona. Com isso, a mulher pode apresentar diversos sintomas relacionados a esse aumento, muito semelhantes aos de gravidez, além da barriga inchada.

Por isso, muitas mulheres se confundem e passam a suspeitar de gravidez, mesmo sem atraso menstrual. É muito comum a barriga passar a inchar em determinado período do ciclo. Esses inchaços são notados constantemente após a ovulação, pelo aumento do endométrio que cresce após o período fértil com o estímulo do corpo lúteo.

Quanto mais o corpo lúteo trabalhar, mais sintomas a mulher vai ter, mais endométrio ela produz e consequentemente maior o inchaço. Assim, a ação do hormônio progesterona, provoca retenção de líquidos e diminui o funcionamento do intestino, causando prisão de ventre e gases, o que leva a barriga inchada.

Mas isso não determina uma gravidez, mas uma quantia maior de hormônios circulando na região. Por isso, barriga inchada pode ser confundida com gravidez em seu estágio inicial, mas só o atraso menstrual seguido de um exame que irá tirar essa dúvida.

11. Barriga inchada pela menstruação

Pelo mesmo motivo anterior, durante o período pré-menstrual, as mulheres experienciam sintomas de barriga inchada, com queixas de aumento dos gases, sensação de peso na barriga e cansaço. Todos esses sintomas são ainda mais intensos em quem sofre de TPM (tensão pré-menstrual).

Porém, quando o inchaço é acompanhado de menstruação forte é o caso da ovulação e do acúmulo grande de sangue endometrial. Portanto, antes de assumir que barriga inchada pode ser gravidez, como vimos, existem muitos outros fatores a serem descartados. Na dúvida o teste de gravidez após o atraso menstrual irá confirmar.

12. Barriga inchada por gravidez

barriga inchada pela gravidez
A gravidez pode pode proporcionar uma barriga inchada no início da ovulação, mas não determina a gravidez.

Já vimos que existem muitos outros fatores que podem levar a uma barriga inchada antes de ser gravidez. No entanto, existem muitas mulheres que já chegaram a fases avançadas da gestação sem saber que estavam grávidas.

Na verdade, isso é muito comum em mulheres obesas e com ciclo menstrual muito irregular, o que torna tudo mais difícil para controlar os atrasos.

Há casos em que mesmo quando o feto ainda é muito pequeno para expandir o útero, pode-se notar um certo inchaço na região abdominal, fruto da preparação do corpo para suportar o crescimento uterino.

No entanto a gravidez provoca um aumento do volume abdominal com barriga dura, diferente da maioria das outras causas de barriga inchada. Isso porque o endométrio não é eliminado com a vinda da menstruação.

Assim, barriga inchada só pode ser gravidez quando o inchaço abdominal vier acompanhado de outros sintomas, como:

  • Atraso da menstruação;
  • Aumento do tamanho e da sensibilidade das mamas;
  • Náuseas com ou sem vômitos;
  • Aumento da frequência urinária;
  • Desconforto pélvico ou dor abdominal;
  • Cansaço e sonolência.

Como se livrar da barriga inchada e dura

barriga inchada por alimentos com glútem e lactose
A barriga inchada pode ser eliminada pelo consumo de fibras e substituição de certos alimentos sem glúten ou lactose

Para acabar com o inchaço basta identificar a causa. No entanto, uma ótima forma de acabar com a barriga inchada é deixar de comer alimentos que fermentam no intestino, como glúten, leite e derivados e fermento.

Se as causas forem de origem alimentar, aumentar o consumo de fibras em cápsulas ou através de alimentos como ameixa preta e mamão pode ajudar a desinchar a barriga e evitar futuros episódios. O chá verde ou de carqueja também são indicados para barriga inchada causada pela retenção de líquidos.

As fibras são importantes para ajudar na formação do bolo fecal e facilitam a eliminação das fezes acumuladas e gases. Já o chá promove a filtração renal para eliminar o excesso de líquidos do organismo.

Da mesma forma, a ingestão de líquidos (2 litros de água por dia) também ajuda. Ao se alimentar, diminua a quantidade das refeições, tente mastigar devagar bastante antes de engolir, e evite conversar quando estiver comendo.

Alguns remédios servem para eliminar os gases e aliviar as dores abdominais, como o Luftal ou comprimidos de carvão vegetal ativado, por exemplo.

A prática regular de exercícios físicos, melhora o funcionamento intestinal. Se a causa do inchaço for devido à prisão de ventre, gases ou período menstrual, por exemplo, isso pode ajudar.

Como evitar a barriga inchada

Para evitar o aumento abdominal deve-se mudar alguns hábitos e fazer algumas substituições alimentares como:

  • Substitua o pão branco comum por pão tipo “pita” ou sem glúten;
  • Substitua o leite e seus derivados por produtos à base de soja, por exemplo;
  • Substitua os refrigerantes por água ou água de coco, pois facilitam a digestão;
  • Substitua as carnes vermelhas, produtos embutidos e enlatados por carne branca grelhada sem molho, e produtos in natura;
  • Substitua os doces e frituras por frutas da época com casca e assados integrais ou grelhados;
  • Evite gorduras, bebidas alcoólicas e café;
  • Não fume;
  • Controle o estresse e a ansiedade.

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.