Melhor hidratante para pele seca

0 22

A pele seca é um tipo de pele mais propício ao envelhecimento, devido ao seu ressecamento irregular e contínuo. Se não for hidratada, pode atingir várias áreas do corpo e do rosto mais suscetíveis ao ressecamento, podendo afetar de forma profunda a pele. Por esta razão, a sua hidratação com hidratante para pele secamelhor hidratante para pele seca para ajudar a tratá-la.

Vamos lá!

O que é pele seca?

hidratante para pele seca pelo ressecamento
o hidratante para pele seca deve ser usado por causa do ressecamento.

A pele seca ou xerose, é um tipo de pele com maiores tendências ao ressecamento devido a um desequilíbrio nas glândulas sebáceas, responsáveis pela produção de sebo na pele, entre outras funções.

Ao contrário da pele oleosa, esse desequilíbrio glandular da pele seca faz com que o organismo não produza a quantidade ideal de oleosidade para lubrificar a região. Isso acaba deixando a pele mais vulnerável ao ressecamento e às ações externas que agridem a pele, como a incidência dos raios solares, poluição, falta de umidade no ar, entre outros.

Além disso, a pele seca pode ser causada por uma série de fatores intrínsecos (internos) e extrínsecos (externos), como a genética, o clima, alterações hormonais, doenças de pele, entre vários outros, podendo afetar não apenas o rosto, mas várias partes do corpo também. Principalmente, áreas em que o ressecamento é mais propício, como joelhos, cotovelos, calcanhares, mãos e pés, entre outros.

Principais características da pele seca

Hidratante para pele seca: o ressecamento, coceira e descamação são sintomas frequêntes da pele seca
Hidratante para pele seca: o ressecamento, coceira e descamação são sintomas frequêntes da pele seca

Para identificar a pele seca é preciso determinar certas características constantes e bastante comuns, pois nem sempre uma pele ressecada ou desidratada é uma pele seca. São elas:

  • Aparência constante sem luminosidade ou viço;
  • Aspecto esbranquiçado;
  • Textura escamosa;
  • Descamação;
  • Hiperpigmentação em certas áreas com manchas avermelhadas;
  • Rachaduras profundas e feridas (casos mais graves).

Principais Sintomas da pele seca

Uma pele seca possui, além das características físicas aparentes e constantes, sintomas muito comuns, como por exemplo:

  • Coceira;
  • Sensação de repuxamento;
  • Ardência;
  • Sensibilidade;
  • Estiramento extremo.

Principais causas da pele seca

Hidratante para pele seca: a pele seca é causada por uma deficiência das glândulas sebáceas.
Hidratante para pele seca: a pele seca é causada por uma deficiência das glândulas sebáceas.

Além da falta de hidratação pelo desequilíbrio das glândulas sebáceas e outros possíveis fatores que causam a sua desidratação, a pele seca pode ser causada pela falta de proteção promovida pela hidratação.

De acordo com os dermatologistas a pele possui uma barreira física de proteção formada pela integridade das três camadas da pele: a epiderme, a derme e a hipoderme (subcutânea). É na epiderme que se encontra o manto hidrolipídico, uma espécie de película protetora, constituída por cinco outras camadas (basal, espinhosa, granular, lúcida e córnea).

É a hidratação que promove a umidade na pele essencial para a renovação celular e a produção de colágeno. A falta de hidratação acaba comprometendo essa barreira de proteção, deixando-a desprotegida e suscetível ao ressecamento, irritações e à uma maior sensibilidade.

Além disso, existe a ação do microbioma no organismo, um conjunto de microorganismos (bactérias e fungos), que habita e vive de forma comensal (sem nos prejudicar) no nosso organismo, inclusive na pele. Esses microorganismos convivem em equilíbrio proporcionando uma série de benefícios.

Por exemplo, na pele, o equilíbrio do microbioma pode até prevenir doenças dermatológicas, como a psoríase e dermatite atópica, cujos sintomas incluem a pele seca. Pessoas com histórico pessoal ou familiar de alergias, asma, bronquite e rinite, também possuem uma tendência maior à pele mais seca. Crises de psoríase ou a diabetes também podem causar esse problema.

Fatores intrínsecos: Influência genéticas

O equilíbrio de hidratação da pele também é influenciado pela genética. Assim, os tipos de pele são herdados, embora um indivíduo possa não ter necessariamente o mesmo tipo de pele que os pais. Além disso, pessoas de pele clara parecem ser mais propensas a ter uma pele seca do que pessoas com tez mais escura. Problemas de pele como a dermatite atópica, psoríase e ictiose geralmente apresentam uma predisposição genética.

Fatores intrínsecos: Influências hormonais

Alterações nos níveis de alguns hormônios, como o estrogênio e a testosterona, podem influenciar a hidratação da pele e os seus níveis de lipídios, principalmente depois da menopausa ou durante a gravidez.

Fatores intrínsecos: Idade

Conforme a pele vai amadurecendo, a atividade das glândulas sebáceas e sudoríparas vai reduzindo, ocorrendo uma diminuição da capacidade de produzir suor e lipídios. Da mesma forma, o teor de água da pele e a sua capacidade de reter a umidade, também ficam comprometidos. Esses fatores levam ao ressecamento da pele, que por sua vez contribui para o seu envelhecimento e para o desenvolvimento de rugas.

Fatores intrínsecos: Dieta

Como qualquer outro órgão, a pele exige uma série de nutrientes importantes, para poder funcionar corretamente. A má alimentação deficiente em óleos vegetais e vitaminas, especialmente as vitaminas C e E podem contribuir para o seu ressecamento.

Pele seca X desidratada

No entanto, é importante ressaltar que pele seca e pele desidratada não são a mesma coisa, embora apresentem, muitas vezes, as mesmas características. Nesse sentido, a pele seca trata-se de um tipo de pele, enquanto a pele desidratada é uma condição causada pela primeira.

Portanto, todos os tipos de pele podem apresentar sinais de desidratação, por conta do comprometimento da barreira de proteção da pele e do microbioma, devido a inúmeros fatores externos agressores (raios solares, poluição, falta de umidade no ar, etc.).

Fatores externos para o ressecamento da pele

Hidratante para pele seca: as condições climáticas como o frio excessivo e o ventos podem contribuir para o ressecamento da pele.
Hidratante para pele seca: as condições climáticas como o frio excessivo e o ventos podem contribuir para o ressecamento da pele.

Uma pessoa pode até ter o tipo de pele seca, mas o seu ressecamento pode acontecer temporariamente, quando a região em questão fica extremamente seca, podendo levar a coceiras e até à formação de feridas e rachaduras.

Normalmente, esses sintomas se são causados por fatores externos, em regiões com menor concentração de glândulas sebáceas, como joelhos, cotovelos, calcanhares e pernas. São eles abaixo:

  • Condições climáticas agressivas como frio e vento gelado;
  • Mudanças de estações;
  • Exposição excessiva ao sol;
  • Água muito quente no banho;
  • Ingestão insuficiente de água;
  • Atrito constante com roupas, sapatos ou com o chão;
  • Contato constante com água clorada ou do mar;
  • Tratamentos estéticos agressivos (peelings, ácidos);
  • Medicamentos específicos, como diuréticos para pressão arterial, antibióticos e remédios para acne;
  • Uso de sabonetes adstringentes e inadequados para o seu tipo de pele;
  • Contato frequente com produtos químicos de limpeza;

Tratamentos para pele seca

Um bom hidratante parapele seca é capaz de desenvolver a vida à pele.
Um bom hidratante parapele seca é capaz de desenvolver a vida à pele.

Não há dúvidas de que a hidratação com hidratante para pele seca adequado e constante é o melhor tratamento para a pele seca. Segundo os dermatologistas, para que a pele se mantenha hidratada, é essencial promover o equilíbrio do microbioma e o fortalecimento da barreira de proteção da pele, através do uso de hidratantes para pele seca superpotentes e também da água termal.

Assim, para hidratar a pele do rosto do tipo seca, o ideal é apostar num hidratante diário potente, como um creme facial prebiótico enriquecidos com ceramidas e vitamina B3. Já para a pele do corpo seca, vale a pena apostar nas loções com uréia e manteiga de karité, entre outros.

No entanto, se a sua pele não é do tipo seca, mas costuma apresentar uma desidratação ou ressecamentos eventuais, o ideal é optar por um hidratante para pele seca mais leve, porém potentes, como os enriquecidos com ácido hialurônico.

No caso de ressecamento em regiões específicas do corpo, como calcanhares, joelhos ou cutículas, opte por bálsamos de rápida absorção com ativos como o pantenol e o madecassoside. Para saber se um hidratante para pele seca é realmente potente, devemos entender quais são os principais ativos hidratantes em sua formulação. São eles:

  • Ureia e Lactato;
  • Ceramida-3;
  • Glucoglicerol;
  • Manteiga de Karité;
  • Ácido Hialurônico;
  • Glicerina;
  • Água termal;
  • Pantenol;
  • Nicotinamida;
  • Vitamina E;
  • Vitamina B3.

Melhor hidratante para pele seca

Já entendemos que a pele seca exige um cuidado especial por todos os motivos já citados. Como possui uma maior tendência ao ressecamento, a pele seca precisa ser hidratada com frequência para não ficar craquelada e com a aparência cansada, sem viço e envelhecida.

Por esta razão, a pele seca deve ser mantida hidratada diariamente, dia e noite, e a cada nova estação do ano. Veja abaixo exemplos de hidratante para pele seca (corpo e rosto):

Hidratante para pele extra seca

O Neutrogena Hydro Boost Water Gel, além de hidratar a pele, ajuda a restabelecer os níveis de água nas camadas da pele sem obstruir os poros para que ela respire e se mantenha mais úmida e regenerada.

Hidratante para pele seca e envelhecida

A Avon Care possui uma linha exclusiva de produtos para pele seca e envelhecida, como o Avon Care Nutri Óleo, que ajuda a hidratar a pele do rosto, evitando o seu ressecamento e o aspecto rachado e esbranquiçado.

Hidratante para pele seca nas pernas

O Eucerin Complete Repair é uma loção hidratante intensiva que pode ser usada nas pernas e no corpo inteiro, principalmente em áreas mais secas. A sua composição leva ureia como principal ingrediente ativo para tratar a pele seca e extremamente seca, pois a sua deficiência é um das principais causas de ressecamento.

Creme hidratante para pele seca e sensível

O Phyto Corrective SkinCeuticals é ideal para peles secas sensíveis e fragilizadas, pois possui uma textura sérum muito leve e fluida, de rápida absorção. Contém extratos botânicos antissépticos em sua fórmula que ajudam a acalmar e hidratar a pele, ideal para quem está em fase de tratamentos com ácidos, clareadores e peelings. Ele hidrata uniformizando a aparência e ajuda a preparar a pele no pré-procedimento e diminuir a sensação de ardência e vermelhidão no pós-procedimento.

Sabonete hidratante para pele seca e sensivel

O sabonete em barra para pele seca e sensível pH5 SKIN-PROTECTION SYNDET da Eucerin é capaz de limpar e hidratar a pele com extrema suavidade, ajudando a manter as defesas naturais da pele. Sua fórmula limpadora sem sabão atua profundamente com especial suavidade. A solução equilibradora Citrato pH5 reforça o manto ácido protetor da pele.

Cuidados com a pele seca

Para que o hidratante para pele seca funcione devemos tomar certos cuidados.
Para que o hidratante para pele seca funcione devemos tomar certos cuidados.

Além de hidratar a pele com frequência com um bom hidratante para pele seca, especialmente logo após o banho, é também muito importante evitar alguns maus hábitos que possam agravar os sintomas de ressecamento na pele.

Banho quente

Tomar banho com água muito quente, por exemplo, é proibido para quem tem pele seca. A água em temperaturas muito altas altera a função do manto hidrolipídico, responsável pela hidratação natural da pele. A pele seca já possui uma deficiência ainda maior deste manto, levando a uma maior tendência ao ressecamento. E a água quente remove completamente essa proteção. Se você tem a pele mais seca, dê preferência ao banho morno ou frio.

Sabonete direto na pele

O sabonete em barra e muito perfumado possuem muitos agentes químicos, como o sulfato, que age como detergente, removendo toda a proteção natural da pele. O ideal é utilizar apenas a espuma ou sabonetes que ajudam a restaurar o manto hidrolipídico. Como por exemplo, sabonetes neutros, sem odor ou parabenos e que possuem ativos, como vitamina B5, glicerina e substâncias mais leves.

Utilizar ácidos em excesso

Embora existam ácidos com a função de hidratar a pele, como o ácido lático e o ácido hialurônico, que não têm poder descamativo, é bom evitar os tratamentos em excesso.

Alguns ácidos podem causar a hipersensibilidade, piorar o ressecamento e a formação de manchas vermelhas. Normalmente, os tratamentos para pele seca utilizam produtos com ativos mais leves e hidratantes.

Existem vários dermocosméticos que têm a função de restaurar a barreira protetora da pele, realizando também a alteração e reparo de microbioma e fornecer hidratação para as camadas mais profundas do rosto. Como por exemplo, cremes à base de ácido hialurônico, vitamina E e manteiga de karité.

Os tratamentos com ácidos para pele seca devem ser feitos apenas em conjunto com outras substâncias e adaptados à pele seca. No entanto, é fundamental fazê-los com acompanhamento de um dermatologista e sempre reforçando a hidratação.

Ignorar as mudanças climáticas

A pele costuma ficar mais seca no inverno, e mais úmida no verão. Mas a hidratação deve ser mantida em todas as estações do ano, principalmente durantes as mudanças climáticas mais bruscas.

No inverno, por exemplo, a pele fica mais fragilizada devido ao comprometimento da barreira de proteção da pele. Além disso, a queda de umidade no ar também contribui para o seu ressecamento. Sem falar que costumamos ingerir menos água e tomar banhos mais quentes, nesse período. Assim, todos esses fatores contribuem para o ressecamento da pele.

Já no verão, muita gente acha que porque a pele parece estar mais úmida, não precisa de hidratação. No entanto, a exposição ao sol, a água de piscina e do mar é maior, o que promove também um ressecamento maior.

Portanto, devemos ficar atentos e manter a hidratação na rotina com mais cuidado em cada estação do ano.

Como manter uma rotina de cuidados com a pele seca

A hidratação da pele seca vai depender muito da característica dela, de quão ressecada ou desidratada ela está e dos produtos que você vai utilizar.

Apesar da hidratação ter de ser diária e constante, um bom hidratante para pele do rosto ou do corpo deve ter a capacidade de manter a hidratação por um tempo prolongado.

Sendo assim, antes de comprar qualquer hidratante para pele seca, consulte seu dermatologista para escolher o melhor dermocosmético para o seu tipo de pele e necessidades, e siga o seguinte passo a passo para cuidar da pele seca no dia a dia:

Ritual de hidratação para a pele seca do rosto:

A rotina do rosto deve ter um hidratante para pele seca
A rotina do rosto deve ter um hidratante para pele seca
  • Limpe o rosto com uma solução micelar embebida em algodão;
  • Lave o rosto com um creme de limpeza suave;
  • Enxugue a pele suavemente com uma toalha, sem esfregar para não irritar ou causar lesões;
  • Aplique um hidratante para pele seca potente de rápida absorção;
  • Finalize com um protetor solar de FPS30;
  • Ao longo do dia, borrife um pouco de água termal no rosto.

Ritual de hidratação para a pele seca do corpo:

O ritual para o corpo deve começar com um bom hidratante para pele seca.
O ritual para o corpo deve começar com um bom hidratante para pele seca.
  • prefira um banho morno a frio;
  • Durante o banho, use um sabonete líquido hidratante;
  • Em seguida, enxugue a pele suavemente, deixando-a levemente úmida;
  • Aplique o hidratante de imediato, para melhor absorção;
  • Dê atenção maior às áreas mais ressecadas, como calcanhares, joelhos, etc.

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.